Pré-operatório da Cirurgia Bariátrica

Como já vimos, todo o esforço é feito para que a operação seja um grande sucesso. Este é o objetivo da equipe médica e do paciente. Para tal temos que ter informações precisas sobre o estado de saúde do paciente antes da operação. Por isso muitos exames são realizados e só depois dos resultados conhecidos e da correção de qualquer anormalidade encontrada é que podemos decidir sobre a cirurgia bariatrica. Os exames normalmente solicitados estão listados abaixo com uma pequena explicação do porque da sua realização.

Exames pré-operatórios de rotina:

  1. Parecer do endocrinologista

    Embora sejam raras, existem doenças que podem levar a obesidade cuja correção não é feita através das operações propostas acima. Alguns pacientes podem ter, por exemplo, um tumor na glândula supra-renal que leva a obesidade. Neste caso a operação proposta tem que ser a retirada do tumor para que o paciente fique curado da doença e também da obesidade. Assim um estudo das glândulas endócrinas tem que ser realizado antes da decisão cirúrgica.

  2. Parecer do psiquiatra

    Existem distúrbios psiquiátricos que podem contra-indicar a cirurgia bariátrica. Tomemos como exemplo um paciente que sofra de uma doença chamada compulsão alimentar que faz com que o paciente, mesmo sem fome, coma uma quantidade exagerada de alimentos. Certamente que este distúrbio tem que ser tratado antes da operação, uma vez que após a cirurgia não será possível a ingestão desta quantidade de alimentos.

    O conhecimento do perfil psicológico do paciente é fundamental para ajudá-lo durante a internação e no pós-operatório.

  3. Parecer do ginecologista

    O conhecimento da situação ginecológica prévia a operação é fundamental. Qualquer infecção deve ser tratada e se existir doenças que necessitem cirurgia como miomas uterinos que provoquem sangramentos deveremos ter conhecimento para podermos decidir se as cirurgias devem ser feitas separadamente e em que ocasião.

  4. Parecer do pneumologista (provas de função pulmonar)

    A pessoa com obesidade tem que fazer um esforço maior para respirar, um pulmão sem restrições é muito importante principalmente no pós-operatório imediato. Algumas pessoas têm que fazer exercícios respiratórios antes da operação.

  5. Parecer do cardiologista (eletrocardiograma + ecocardiograma + risco cirúrgico)

    A necessidade do conhecimento do estado funcional do coração é evidente. Além disto o cardiologista calcula o risco da cirurgia proposta para aquele paciente.

  6. Rx de tórax - PA e Perfil

    Este exame é importante para se detectar alguma doença pulmonar e estudar o tamanho do coração.

  7. Ultrassonografia abdominal e pélvica

    A presença de pedras na vesícula é mais comum no paciente obeso, caso isto se confirme a retirada da vesícula deverá ser feita no momento da cirurgia para cura da obesidade. Outras anormalidades também podem ser reveladas por este exame.

  8. Endoscopia digestiva alta

    A maior parte das cirurgias propostas inclui a diminuição e até mesmo o isolamento de parte do estômago do trânsito alimentar. Qualquer anormalidade deve ser tratada antes da operação.

  9. Exames de sangue, urina e fezes

    Através destes exames nós poderemos detectar doenças como por exemplo diabetes, anemia, insuficiência renal, aumento de triglicerídios, colesterol etc...é fundamental para tratar antes da operação e para podermos comparar os benefícios da cirurgia bariatrica através de exames posteriores.